quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

Amigos e Inimigos!

Em pleno clima de Natal, a galera de São Paulo está se preparando para as últimas aulas do ano e, é claro, uma boa festa! A gente combinou um amigo/inimigo oculto, mas aí eu fiquei pensando... Por que a gente passa pela vida colecionando uns, mas ganhando outros de brinde? Quer dizer, tenho muitos amigos, mas tenho também uma pá de inimigos. Alguns vieram de graça! Sério! Na verdade, percebi muito frustrada, que eu sou a única pessoa no meio místico que literalmete não brigou com ninguém. Sempre ouço as fofocas de que A era amigo de B, mas quando B foi processado por molestar um garoto, A brigou com B e se tornaram inimigos mortais. C, que chegou depois, também brigou com B, mas depois fizeram as pazes e ficou tudo bem. D, que começou a história toda com B, também brigou e brigou feio, e são inimigos mortais até hoje. E também brigou com B em pleno espaço esotérico na frente de todo mundo, mas já fez as pazes e já trabalham juntos de novo. Com tudo isso, fica claro que A, B, C, D e E já brigaram entre si e com outros. Aí eu percebo que deve haver algo errado comigo! Eu não briguei com ninguém!!! Passei a ter reservas quanto a certas pessoas porque as achei eticamente reprováveis e por isso não quis ter ou manter contato. Com o tempo, tomei bronca pelas picuinhas e fofocas envolvendo o meu nome. Mas, de fato, eu mesma nunca briguei com ninguém, nem mesmo encontrei cara a cara as pessoas que dizem me detestar e falam mal do meu trabalho. Ou seja, consegui inimigos de graça e nem fiz nenhum esforço! Até mesmo pessoas que me sacanearam, fizeram isso e correram, nem deu pra eu jogar um sapato nelas porque elas sumiram!!! Já aconteceu com vocês? Sinceramente, eu acho meio frustrante! Às vezes, é bom brigar direito! Pena que só encontro inimigos covardes!...
Pronto! Isso foi só um desabafo! Espero que vocês não tenham inimigos idiotas. Pior que um amigo imbecil é um inimigo que não sabe o que faz e acaba afundando todo mundo só porque não gosta de você. No final, acho que é impossível fazer tantos amigos sem fazer alguns inimigos...

6 comentários:

Mari disse...

Ah, Eddie! O que importa é os amigos, que você não ganhou de graça!!!(Nos conquistou com suas palavras que você diz que não são suas, não importa) E depois, o que vem de graça, sem esforço, a gente nunca dá valor mesmo né! Os seus inimigos são mesmo uma fraude, além de muito medrosos, porque tem medo de um confronto cara-a-cara com a nossa cabeluda adorável! Se você não brigou com ninguém, não foi por falta de coragem sua, e sim de seres, no mínimo, toscos.

Te adoramos de montão aqui no Paraná. Beijossss

Eddie disse...

Valeu, Mari! Fico feliz com suas palavras! Vou me concentrar nos amigos mesmo, pois eles é que valem a pena! Beijos pra você e toda a galera mágica do Paraná!

Luciana Gidget disse...

Oi Eddie você não está sozinha nessa, ganho inimigos gratuitos na mesma quantidade que faço amigos e também nunca bati de frente com nenhum deles, como eles dizem: eu que estou sempre equivocada, mas eu não ligo mais, ficar se preocupando com coisa a toa só faz nascer cabelo branco, e eu já tenho um monte na cabeça pra pintar. Abraços para você e pro Renato. Beijos de Santo André.

Helena disse...

Eddie, um tempo lá atrás, qdo eu ainda trabalhava em São Paulo, estava conversando com um colega e desabafei, que estava muito triste e brava, com uma pessoa do meu serviço que falava mal de mim pra todos, inclusive para a chefia.
Depois que desabafei, esse colega, falou o seguinte:"Helena, deixa de dar creditos para quem não merece, isso fortalece o inimigo"
Minha querida Eddie, foi uma frase curta e grossa, que até hj faz a diferença, não sou popular, nem famosa, porém já tive e ainda devo ter os inimigos e chatos de plantão, mas não fortaleço os meus desafetos não, como sabemos que energia é a base de tudo,cuido da minha e deixo eles sem.Vc é uma popular, linda e famosa, então faz parte do pacote, infelizmente.
Fique bem, beijos em seu coração.

Beto disse...

eu não sei se inimigos é o melhor termo.
eu tenho pessoas que discordam de mim.
até ai, nada de mais. quando a coisa se torna pessoal ou ofensiva, eu simplesmente devolvo com ironia e sarcasmo.
em 2011 eu prometo que vou tentar ficar na faixa dos "amigos".

Nanael Soubaim disse...

Descobri que meu emprego (mesmo mal remunerado) causa ciúmes. Por que? Porque trabalho direito e faço tudo a contento, quando minhas funções me permitiriam faltar, me atrasar, sair antes da hora, enrolar e varrer tudo para debaixo do tapete, como manda o estereótipo do funcionário público.
Não tente não fazer inimigos, eles se fazem sozinhos, eles gostam de ser inimigos de alguém. Há quem acredite que ter muitos inimigos é sinônimo de competência. No teu caso, eles somem porque tomam o veneno com que esperam dar cabo de ti.
Eu não sei quem são m eus inimigos, mas dane-se, eles não fazem diferença para mim. Se algo tiver que acontecer, não será a ausência deles que impedirá.