sexta-feira, 31 de julho de 2009

Nos encontramos nessa semana e Feliz Aniversário, LUUUU!



Hoje é o aniversário da Luciana!!! De presente, dou pra ela essa bela música, emocionante e inesquecível, cujas versões anteriores serão destruídas em seu cérebro depois de ver esta! Feliz Aniversário, BRUUXAAAA!

É nessa semana que os novos cursos começam pra galera do Rio! Pra galera de Sampa, dia 15 de agosto é o dia do Workshop no Mãos de Luz, em Praia Grande, onde vamos falar de magia e lançar o livro Magia Cigana, além de fazer uma bela Iniciação. Tenho recebido muitos e-mails e telefonemas de gente que papou mosca e não aproveitou a oportunidade de fazer cursos ou workshops que hoje não estão mais disponíveis. Não sabemos o dia de amanhã, os cursos podem acabar a qualquer momento, assim como os temas que podem não se repetir, então siga os sinais. Se acha que está sendo chamado, atenda. Oportunidades podem não surgir duas vezes. Anote os dados dos eventos de agosto para Rio e São Paulo!

Magia dos Dragões
Como contatar o reino dos dragões e conseguir sua ajuda para resolver os mais diversos problemas através da sabedoria e magia.TEMA INÉDITO NO BRASIL. Desperte seu dragão e ganhe um amigo poderoso e leal para toda a vida.
De 06 a 27 de agosto: total de 4 aulas.
Quando: toda quinta-feira, de 18:30 às 20:30.
Investimento: 100,00.

Vidência e Tarot
De 8 a 29 de agosto: total de cinco aulas.
Temas: arquétipos, tiragens simples, interpretação e magias com o tarot, métodos para aperfeiçoar a vidência.
Quando: todo sábado, de 11:00 às 13:00.
Investimento: 100,00.

Dança Holística (Sagrado Feminino)
Dança do ventre com técnicas para harmonização de chakras, equilíbrio, tonificação dos músculos, focando o lado místico da dança como forma de conectar com os elementos (Terra, Água, Fogo e Ar) e com a Divindade através de movimentos, mudras e técnicas de visualização e relaxamento ao final.
Quando: toda quinta-feira, de 16 às 17:30.
Investimento: 53,00 mensais.

Workshop e Iniciação no Mãos de Luz (SP):
Magia Moderna e suas aplicações para dinheiro, saúde e amor.
Quando: 15 de agosto, sábado.
Horário: de 11 às 18 horas.
Onde: Mãos de Luz Rua José Carlos de Oliveira, 336 – Praia Grande
Tel.: (13)3324-2726
ATENÇÃO: Quem for ficar para a Iniciação, marque sua volta para às 19 horas, pois o ritual pode atrasar um pouco, dependendo do número de pessoas. Informações: eddie@eddievanfeu.com

DIA ESPECIAL - TRATAMENTO DE CHOQUE
Oráculos e tratamento imediato com Eddie Van Feu e Equipe. Ligue e se informe: (21)8433-4050.

sábado, 25 de julho de 2009

De Volta às Terras Amazonenses

A Wicca sobre o Amazonas está inspirando um monte de gente não só a conhecer essa terra maravilhosa, mas a usar sua energia para ajudar os Devas e Deuses que lutam para preservá-la, junto com muitas pessoas corajosas. Tenho recebido um monte de e-mails de pessoas que se sentiram tocadas por esta edição e gostaria de dividir com você um pouco desse carinho. Ainda sonho com as imensas árvores, ainda viajo no vento e ainda mergulho no rio de espelhos com os botos rosas. Voltei em corpo, mas minha alma volta pra lá sempre que pode. Se você sente essa vontade de abraçar essa floresta, faça tudo para ir lá. Vale a pena! O Corvo Correio a seguir é de um grande leitor de escrita maravilhosa. Minhas resposta vem depois, junto com mais fotos e vídeos! Espero que gostem!

Veja o clipe que fiz lá embaixo, no finalzinho do blog!

CORVO CORREIO ELETRÔNICO

Hirê, amiga Eddie.

Antes de mais nada, afirmo que embora inusitada, a ausência das imagens habituais não foi sentida pelos leitores que se prezem. No lugar das belas paisagens britânicas, haviam os belos e quase infinitos jardins amazônicos; no lugar das belas donzelas medievais, tivemos duas belas damas serelepes cumprindo com suas obrigações missionárias.

Eu sei muito bem o que enfrentaste. Em Goiás é exactamente assim. As pessoas querem sair para se divertir fazendo as mesmas cousas quem fazem em casa, só que com status de ser em lugares badalados, cimentados, impermeabilizados e completamente alienados. Erva cidreira não vicia, então não pode ser boa, então é tratada como bebida de gente fraca. Ser ecológico é usar casacos de pele de bebê foca legítimo, nada de imitações de poliéster que levam séculos para se decompor.
Goiânia tem muitos jardins em suas muitas praças, mas o povo insiste em transformá-los em atalhos, para andar seis ou sete metros a menos. Afinal planta é só planta, não é bicho nem gente para ter sentimentos, tampouco alma. Serve, no máximo, para tempero de churrasco, daqueles que custam baratinho pelo manejo depredatório ao qual os bois de origem são submetidos. Bem, eu acabo sendo o fresco da história.

Felizmente para os manauaras, vocês foram de qualquer jeito e acabaram indo de primeira classe. Abriram portais que não vão mais se fechar e mentes que não cabem mais nos volumes anteriores. Manaus pode vislumbrar a possibilidade de voltar a ser o que era, mas agora como pólo intelectual e de serviços. O problema da mudança de atitude não é econômica, é de mentalidade, gente que não aceita abrir mão de saber tudo sobre o que faz, que não tolera a hipótese de que haja mais a se aprender e nutre ódios hepáticos contra quem aderir às mudanças. Aqui também é assim.
Vocês já mostraram o caminho e quem se comprometeu fará a sua parte, até porque não há mais tempo, logo o clima começa a esfriar e quem não estiver pronto vai sofrer muito. Quando voltarem, porque voltarão, encontrarão fluxos de energia bem mais harmônicos pelas ruas da cidade, saindo e entrando dos rios.

Quanto à tua indignação contra os resultados do Ah-nem!, compartilho dela. Eu já trabalhei em escola pública, sei que teus temores são fundados. Essa gente que não sabe a diferença entre "hiato" e "gaiato" um dia vai pegar um bisturi, fazer um corte e seja o que Deus quiser! Que ele ao menos saiba de que lado fica o fígado.
Conheço a política do empurrismo por dentro. Já disse um milhão de vezes e repito aqui: O mundo já está sendo dividido em duas castas, a dos pensantes e a dos ruminantes. Sem falsa modéstia, eu sei pensar. Quem não sabe, reclama do que é comum reclamar e elogia o que é comum elogiar. Se deita na rede dos programas assistencialistas e se contenta com a cela confortável e conveniente da mendicância institucionalizada. Outros ainda agridem os professores se não ganharem média cinco por terem escrito (ou desenhado) correctamente seus nomes nas provas. Já fiz um texto sobre o problema, mas acredito que ainda preciso de outros, porque o problema é bem maior do que tu podes imaginar.
Bem, nós os pensantes ficaremos com o ônus de guiar a massa ruminante para fora do buraco, seremos taxados de arrogantes, elitistas, capitalistas e torcedores do time adversário. Mesmo quem não gosta da ribalta, como eu, terá que sair dos bastidores e enfrentar os holofotes. A senhora que gosta de uma farra, não enfrentará problemas, já eu...

Quanto aos apelos ecológicos, tenho sido uma voz solitária e esquisofrênica, em uma cidade de caipiras metidos a cosmopolitas. Eles não querem saber, querem seus prazeres e querem já. Mas se não houver mais ninguém por quem manter meu corportamento, o manterei por minha causa mesmo. Pelo menos para não ceder à tentação do "Ah, é a cultura deles, deixa" ou "Fica lá longe e não tenho nada a ver com isso". Meu suado dinheirinho fica no meu bolso mesmo. E a tática de comprar uma área no meio do caminho da pista é excelente, e justamente a que defendo; Em vez de chorar e reclamar que o governo não faz nada, vençamos os donos do jogo com suas próprias regras. Isto é estratégia, algo que os ruminantes só usam para encurralar quem não é da turma.

A conclusão é um resumo de teus lamentos. Eu pego no batente desde criança e não fiquei demente ou insociável por isto, foi por outros motivos. O facto é que o politicamente patético, que até foi uma boa idéia, está impondo um medo patológico do sofrimento. Ninguém quer sofrer por motivo algum, ninguém quer ver sofrimento do que lhe for simpático. Em vez de investigar gente que deveria ser investigada, alguns promotores se rendem à luz fácil da mídia sensacionalista. Teremos ainda duas ou três encarnações para reverter os equívocos dessa ideologia. Humanos terrestres ainda são como o aço, precisam do fogo e da forja para poderem fazer parte de uma estrutura, mas há gente achando (e se perdendo) que falra de alegria é igual à infelicidade, portanto deve ser evitara a qualquer custo.

Para não dizerem que só falei de espinhos, estou com planos para umas boas mudanças que há bem pouco tempo eram impensáveis, pelo que espero desencadear mais mudanças, pois preciso urgente e urbicho.

Aqui me despeço, mas não me demito. Um abraço com cheiro de terra molhada.

De teu amigo Nanael Soubaim.

Sejam doces os frutos de tua colheita.

Só o amor vale a pena

quinta-feira, 23 de julho de 2009

INICIAÇÃO EM PRAIA GRANDE E EM PORTO ALEGRE



Sim, meus amigos! Para algumas pessoas, isto deve soar como uma notícia bombástica! Alguns gritarão pelas ruas “ALGUÉM DETENHA ESSA MULHER!!!!” Outros arrancarão as cuecas e ceroulas pela cabeça e berrarão “ISTO NÃO POOOOODEEEE ESTAR ACONTECENDO!!!!”. E ainda haverão aqueles que balbuciarão incrédulos: “Ela está louca!...”. Felizmente, essas pessoas são irrelevantes no girar do planeta – apesar delas jurarem que o planeta não pode continuar girando sem a permissão oficial delas – e, mesmo com elas gritando, berrando, rangendo os dentes e lamentando, sim, eu estarei iniciando novos magos e bruxas!

Se você não sofreu um ataque fulminante e ficou quicando de raiva por 45 minutos, certamente não está nessa leva de wiccanos ortodoxos, ou catedráticos da wicca, e sabe que as coisas não são bem como eles pintam. A Iniciação é uma apresentação ao mundo mágico para aqueles que estiverem prontos para abraçar o aprendizado e a magia como forma de viver. Os que não estiverem prontos, também terão o mesmo acesso, pois passarão por uma consagração que lhes permitirá caminhar na trilha da Lua até que a Iniciação possa ocorrer. Sim, é à vera! Sim, é importante! Sim, funciona! Não, não é só chegar lá e pedir. Tem que assistir aula. Lamento, a vida é dura, preciso ensinar um monte de coisas antes de apresentar você ao mundo mágico, senão corro o risco de passar vexame. Então, quem estiver interessado em ser um mago ou uma bruxa, por favor, entre em contato para que eu possa passar as instruções.

É um pássaro? É um avião? É uma bruxa??? Todo mundo se engana! É a Eddie Van Feu, a bacana! Bruxa tá Solta na segunda edição!

Teremos duas ocasiões em breve. Uma em São Paulo, no Mãos de Luz, em Praia Grande, e outra em Porto Alegre, pra onde voarei para a Feira do Livro e darei diversos cursos, palestras e estarei fazendo, sim, Iniciações, tanto em Wicca quanto para a Ordem dos Cavaleiros da Rosa. Se você está gritando, bufando e arrancando as calças pela cabeça nesse momento, repleto de ira porque acha isso muito injusto, já que eu não fui iniciada pelo Clã dos Athames Voadores dos Highlander das Terras Baixas da Escócia, sugiro que respire fundo, beba um copo d’água e procure algo mais produtivo pra gastar essa energia. Sei, vai lá fora e dá umas cambalhotas! Se conseguir dar uma chance pros seus neurônios, vai verificar que os grandes sacerdotes e sacerdotisas que se proclamam iniciados por alguém em terra estrangeira não foram iniciados coisa nenhuma... Acredita quem quer, né? Para os que adoram sua liberdade de pensar e não a trocariam por nenhum título inútil, eis aí nossa próxima parada!

Workshop e Iniciação no Mãos de Luz (SP):
Magia Moderna e suas aplicações para dinheiro, saúde e amor.
Quando: 15 de agosto, sábado.
Horário: de 11 às 18 horas.
Onde: Mãos de Luz Rua José Carlos de Oliveira, 336 – Praia Grande
Tel.: (13)3324-2726
ATENÇÃO: Quem for ficar para a Iniciação, marque sua volta para às 19 horas, pois o ritual pode atrasar um pouco, dependendo do número de pessoas. Informações: eddie@eddievanfeu.com


video

sexta-feira, 17 de julho de 2009

Atenção para os Cursos de Magia em Agosto!



Vamos aproveitar as férias para relaxar, aproveitar o friozinho e curtir um pouco da solidão necessária a todos os invernos, por mais que seja bom passar junto com quem amamos. Mas em agosto, retomamos os estudos com cursos relâmpago que podem fazer uma grande diferença na vida de quem está começando ou já trilhando o caminho mágico! Além da Dança do Sagrado Feminino, que utiliza como base a dança do ventre, mudras e dança dos elementos para equilibrar a vida e saúde da mulher, teremos um curso de Vidência e Tarot aos sábados. Destaque para o curso de Magia dos Dragões, inédito no Brasil e que nos traz a chave para este reino maravilhoso que é o Reino dos Dragões. Aprenderemos mais sobre eles e como receber sua ajuda em todo tipo de questão, em especial defesa e sabedoria. Os cursos começam em agosto e duram apenas quatro semanas. Dia primeiro de agosto, teremos o segundo Dia Especial no Rio. As inscrições são limitadas, tanto para os cursos quanto para o Dia Especial, e você pode fazer agora mesmo sua reserva.
Ligue para (21) 3872-4971 ou 8433-4050.

Dragons Photos Dragon Pictures Chinese Dragon Tao Dragon Animation Dragon Clipar

Free Photos Occult Angels Fairies Gothic Celtic Myspace Orkut Photos Glitter Graphics
http://www.occult-paranormal-psychic-yoga.blogspot.com




·Magia dos DragõesComo contatar o reino dos dragões e conseguir sua ajuda para resolver os mais diversos problemas através da sabedoria e magia.TEMA INÉDITO NO BRASIL. Desperte seu dragão e ganhe um amigo poderoso e leal para toda a vida.
De 06 a 27 de agosto: total de oito horas-aulas.
Quando: toda quinta-feira, de 18:30 às 20:30.
Investimento: 100,00.



·Vidência e Tarot
De 8 a 29 de agosto: total de oito horas-aulas.
Temas: arquétipos, tiragens simples, interpretação e magias com o tarot, métodos para aperfeiçoar a vidência.
Quando: todo sábado, de 11:00 às 13:00.
Investimento: 100,00.

·Dança Holística (Sagrado Feminino)
Dança do ventre com técnicas para harmonização de chakras, equilíbrio, tonificação dos músculos, focando o lado místico da dança como forma de conectar com os elementos (Terra, Água, Fogo e Ar) e com a Divindade através de movimentos, mudras e técnicas de visualização e relaxamento ao final.
Quando: toda quinta-feira, de 16 às 17:30.
Investimento: 53,00 mensais.

Dragons Photos Dragon Pictures Chinese Dragon Tao Dragon Animation Dragon Clipar

Free Photos Occult Angels Fairies Gothic Celtic Myspace Orkut Photos Glitter Graphics
http://www.occult-paranormal-psychic-yoga.blogspot.com


quarta-feira, 15 de julho de 2009

A gente faz o que pode com o que tem!

video

Sabe quando a gente quer fazer uma coisa, mas não encontra como? Pois é, a gente fica esperando o momento ideal, a situação ideal, o cenário ideal, mas no final, a gente acaba é simplesmente esperando, porque essa confluências de coisas ideais é muito rara. Só passei por aqui hoje pra dizer que a Wicca #55 já está nas bancas! Ela fala sobre a Amazônia, numa viagem que fiz recentemente até lá e que me abriu um mundo de informações que ainda estou digerindo.

A Wicca é feita com o coração, como são feitos os livros e meus bolos que saem meio tortos. Nenhum deles teve as condições ideais. Sempre tem algo que apressa o trabalho, uma obra interminável bem ao lado onde alguém sempre resolve martelar ou serrar na hora de maior concentração, um telefone que toca com um cobrador mal-criado de uma firma fictícia que dá faniquito assim que percebe que eu não sou uma completa imbecil e me grita o famoso "A SENHORA NÃO SABE COM QUEM ESTÁ FALANDO!!!!!" E ouve um pouco mais do que isso, claro. Mesmo assim, todos os livros, Wiccas, Previsões, Alcatéias, Portais, Bolos de Chocolate e Pudins da Lua Cheia são concluídos, entregues e chegam às mãos de quem os merece. Não espere as condições ideais para realizar o que você sonha! Faça o que pode com o que tem! Fazendo com amor, sairá perfeito!

Deixo você com esse vídeo super legal sobre o que pessoas comuns podem fazer somente com o que elas possuem, nesse caso, a voz. Nenhum instrumento foi usado durante a gravação e nenhum animal foi ferido.

P.S.: Nunca - eu disse NUNCA - consegui escrever e entregar um livro ou um trabalho escrito com prazo folgado. Sempre - e eu disse SEMPRE - é em cima da hora, com um monte de coisas acontecendo, robôs gigantes quebrando tudo, alienígenas invandindo o mundo, panela no fogo, caldeirão aceso e cachorros latindo. E eu que me imaginava escrevendo num chalé, ao lado de uma lareira e um piano, com um lindo collie deitado no tapete, terminando calmamente meus livros, hoje me contento com a realidade. Termino correndo, descabelada, ao lado de uma janela com vista bonita, um teclado no lugar de um piano e uns vira-latas amarelos dormindo por perto. Agora já tenho uma collie! Só falta o tapete e a calma que acompanhava a cena. Abro mão da lareira.

segunda-feira, 6 de julho de 2009

Devas e robôs gigantes


Quando a gente começa a se abrir para esse admirável mundo novo que se esconde por trás do óbvio, se espanta com os sinais e em perceber as mensagens escondidas que sempre estiveram bem diante dos nossos narizes. Eu sempre gostei de ver filmes, desenhos e até propagandas com um ar crítico e, ao mesmo tempo, intuitivo. Já encontrei pérolas onde ninguém achou nada, e já encontrei bem pouco onde um monte de gente achou ouro.
Tenho me divertido muito com a leva de filmes que tenho tido a oportunidade de ver. A verdade é que meus compromissos me tomam muito tempo e tenho pouco espaço atualmente para ver todos os filmes que eu gostaria. Mas de alguns, não abro mão. Vi Trasnformers e eu, que já era fã, assinei a carteirinha e fiquei mais fã ainda. O segundo filme tem umas coisas legais que gostei de ver.

Uma delas foi uma comparação com os devas. Ou deuses antigos. Num momento de morte, um personagem se encontra com os "Primeiros", os ancestrais, os antepassados daqueles robôs gigantes que estavam ali quebrando tudo. Eram sete (coincidência? Inconsciente coletivo? Número kármico?) e surgem num ambiente familiar pra qualquer um que já fez viagens astrais para dimensões superiores. Sua forma e sua mensagem eram bem típicas de Devas ou antigos deuses. Eles avisam que certas coisas não podem ser conquistadas. Só podem ser ganhas. E isso requer merecimento. Lealdade, coragem e amor podem causar um sacrifício e é nessa hora que podemos saber a verdade sobre nós e sobre os que nos cercam. Até onde vamos por alguém que amamos? Até onde irão por nós? Até onde iremos por uma amizade?

Nos últimos dias, um evento me fez pensar sobre a porcaria da Língua Portuguesa. Escrevi uma coisa acreditando que entenderiam, mas entenderam outra. Pra mim, sinceramente, não fez muita diferença, porque a pessoa a quem se referia o e-mail desistiu por causa disso. Fiquei olhando quantas vezes eu insisti, contra todas as chances. E consegui. Fiquei olhando para o Sam, correndo no meio das explosões e fugindo dos robôs assassinos. Mesmo quando foi o fim da linha, quando sua última chance se transformou em pó, ele continuou. Acho que a gente só faz isso quando acredita muito. Ou quando ama muito. Abandonei muitas batalhas na vida. Mas nunca abandonei uma em que acreditasse. Acho que por isso estou aqui hoje...

Se quiser ler a crítica que fiz do filme, é só clicar aqui. E deixo você com uma lição que aprendi, sendo chamada de teimosa e maluca na maioria das vezes. Escolha suas batalhas. Mas quando escolher, escolha também ir até o fim e não aceitar outro resultado senão a vitória, mesmo que todas as chances estejam contra você, mesmo que o outro robô pareça muito maior, mesmo que o mundo pareça estar acabando. Se você escolheu essa batalha, ela deve valer a pena. No final, pelo menos você saberá que lutou a boa luta. Até o final!